25 DE ABRIL


 O golpe de estado do 25 de Abril de 1974 ficou conhecido para sempre como a "Revolução dos Cravos".
Diz-se que foi uma revolução porque a política do nosso País se alterou completamente.
Mas como não houve a violência habitual das revoluções (manchada de sangue inocente), o povo ofereceu flores (cravos) aos militares que os puseram nos canos das armas.


O povo português fez este golpe de estado porque não estava contente com o governo de Marcelo Caetano, que seguiu a política de Salazar (o Estado Novo), que era uma ditadura.
Os militares, cansados dos conflitos e da falta de liberdade criaram o Movimento das Forças Armadas (MFA), conhecido como o "Movimento dos Capitães".
O major Otelo Saraiva de Carvalho fez um plano militar e, na madrugada de 25 de Abril, a operação "Fim-regime" tomou conta dos pontos mais importantes da cidade de Lisboa, em especial do aeroporto, da rádio e da tv.
As forças do MFA, lideradas pelo capitão Salgueiro Maia, cercaram e tomaram o quartel do Carmo, onde se refugiara Marcelo Caetano. Rapidamente, o golpe de estado militar foi bem recebido pela população portuguesa, que veio para as ruas sem medo.
Para os militares saberem quando avançar foram lançadas duas "senhas" na rádio. A primeira foi a música "E Depois do Adeus", de Paulo de Carvalho, a segunda foi "Grândola, Vila Morena", de Zeca Afonso, que ficou ligada para sempre ao 25 de Abril.

 Recomendamos a leitura do livro, "Era uma vez um cravo" de José Jorge Letriae que conta a história em verso do país antes do 25 de Abril e ao longo daquele dia, em Lisboa.



Era uma vez um Cravo


More PowerPoint presentations from Ana Luisa de Beirao

Cumprindo a tradição, mais uma vez esteve patente na Biblioteca da nossa escola uma Exposição de fundo documental alusiva ao 25 de Abril.




DIA MUNDIAL DO LIVRO




O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor comemora-se a 23 de Abril. Desde 1995 que, por iniciativa da UNESCO, se celebra em todo o mundo o prazer da leitura.

A UNESCO escolheu o dia 23 de Abril para festejar o livro por se tratar de um dia emblemático para a literatura mundial. Foi a 23 de Abril que, em 1616, morreu Miguel de Cervantes e que, em 1899, nasceu Vladimir Nabokov. Neste mesmo dia também nasceu e morreu William Shakespeare, entre outros nomes que povoam as nossas estantes.

Na biblioteca escolar os alunos poderam ver uma apresentação sobre "Como se faz um livro".






E na sala de professores houve um momento de "Chá com livros".Receitas de leitura, e saquinhos de chá foram oferecidos a todos os presentes. 







ARISTIDES DE SOUSA MENDES

Esteve patente na biblioteca da nossa escola, uma exposição para assinalar a memória de Sousa Mendes e comemorar o seu legado de "humanidade e compreensão". Esta exposição, organizada pelos docentes de História foi posteriormente visitada pelos alunos no âmbito desta disciplina.





ENTREGA DE PRÉMIOS DO CONCURSO NACIONAL DE LEITURA 2012/2013 - 1ª FASE (fase escola)



Com a intenção de promover a leitura nas escolas de uma forma lúdica, o Plano Nacional de Leitura, em articulação com a Direcção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas e com a Rede das Bibliotecas Escolares, promoveu,mais uma vez, no ano letivo de 2012 / 2013, a 7ª Edição do Concurso Nacional de Leitura.

Mais uma vez tivemos a participação dos alunos da nossa escola, e os que os que tiveram melhor pontuação receberam prémio de participação e um diploma.


NOME
TURMA
Ana Poiares
7ºA
Ana Cristina Delgado
7ºA
Ana Sofia Coutinho
7ºA
Davide Marques
7ºA
Diana Coelho
7ºA
Diana Caldeira
7ºA
Liliana Fernandes
7ºA
Daniela Salgado
7ºB
Ana Rita Costa
8ºB
Raquel Serém
8ºB
Mónica Moita
8ºC
Bruno Ferrão
9ºA
Joana Serafino
9ºB


Aos três vencedores da 1.ª Fase, a nível de escola, foram oferecidos, na Biblioteca, diplomas e um livro. 



VENCEDORES – APURADOS FASE DISTRITAL
Rita Melo
7ºA
Bruna Monteiro
8ºB
Joana Fernandes
9ºA

 A segunda fase (distrital) do Concurso Nacional de Leitura decorrerá no próximo dia 17 de abril na Biblioteca Municipal de Tábua.

Momentos da entrega dos prémios na BE









ENCONTRO COM A ESCRITORA ALICE VIEIRA NO CONSERVATÓRIO DE MÚSICA DE COIMBRA


  Os alunos da nossa escola, no âmbito da semana da leitura, deslocaram-se no dia 14 de março ao Conservatório de Música de Coimbra para um encontro com a escritora Alice Vieira. Os alunos do 8º A e 8ºB prepararam a dramatização  "Para que serve a língua portuguesa". Os atores aceitaram o desafio e o público assistiu com entusiasmo à referida dramatização.






SEMANA DA LEITURA - ATIVIDADES REALIZADAS


A semana da leitura decorreu entre os dias 11 e 15 de março de 2013 e foram várias as atividades dinamizadas ao longo desta semana.


  Durante a semana realizou-se na BE a atividade Leituras Partilhadas, dirigida aos diferentes elementos da comunidade educativa. Essas atividades foram enriquecidas com  um momento musical interpretado pela turma do 6ºA, dramatização do poema narrativo  "Donzela vai à guerra" pela turma do 7º A, dramatização da crónica de Alice Vieira "Para que serve a língua portuguesa" pela turma do 8º A, dramatização do  “Auto da barca do inferno” pelas turmas do 9º ano e leituras de poemas e adivinhas, pelas restantes turmas.










vídeo da semana de 11 a 15 de março
video