Outubro - Mês Internacional das Bibliotecas Escolares

A PANELA DE FERRO E A PANELA DE BARRO

Certo dia, a panela de ferro propôs à panela de barro que fosse com ela dar um passeio pelas redondezas. Mas a panela de barro, que era muito cautelosa, recusou sair do canto da chaminé e disse:
  -Sou feita de um material muito fraco e o menor toque pode reduzir-me a pedaços. A amiga é feita de ferro pode ir à vontade!
  Mas a vizinha de ferro insistiu e descansou-a:
não tenha medo! A amiga mesmo disse que eu sou forte  e, por isso, posso protegê-la, posso ser o seu escudo, se for caso disso.
  A panela de barro, perante aqueles argumentos, deixou-se convencer e lá foram de asa dada pelo caminho fora, cantando e rindo com os solavancos que davam. Mas, a certa altura, o caminho era muito pedregoso e a panela de barro, embora tivesse mil cuidados e se apoiasse na amiga, escorregou e desequilibrou-se. Foi de encontro à panela de ferro. A panela de ferro ficou inteirinha, mas não pôde evitar que a amiga ficasse em mil cacos.
  Assim, nunca te juntes ao mais forte e poderoso, julgando que estás protegido ou que daí vais tirar proveito, porque numa situação difícil é sempre o mais fraco que sofre as consequências negativas.
Segundo uma fábula de La Fontaine

Integrada nas atividades do mês das bibliotecas escolares os alunos leram e ouviram a história "A panela de ferro e a panela de barro" e foram depois convidados a fazer uma ilustração.









Sem comentários:

Publicar um comentário